TUCA PUC 1977
EU QUASE QUE NADA SEI. MAS DESCONFIO DE MUITA COISA. GUIMARÃES ROSA.

quinta-feira, 17 de março de 2011

Toques ...


Sol instante, sempre


Fátima Pinto Ferreia, Blog Cão com Pulgas
AQUI

Não digas nada. Fica só aí. Deixa-te estar assim,
perto de mim. Está frio e o dia cinzento.
Apeteces-me e bombons. Sossega-me, quero
que me embales e cantes uma melodia de corpos macios
em mim. E a manta, não te esqueças dela. Tenho frio
sem ti. E a tua boca quente, presente, sol instante.
As mãos, são belas as tuas mãos longas, insistentes.
Inclino-me e fecho os olhos, sonho-te.
Mas por que sonhar um momento que, por sonhar,
dele depois não terei saudades? Fica aqui. Vem,
deixa-te estar assim, perto de mim. Tenho fome de ti.

Um comentário:

Cãocompulgas disse...

Marta, muito obrigada :)

bj

Braziu!

Braziu!

Arquivo do blog

Marcadores

Eu

Eu

1859-2009

1859-2009
150 anos de A ORIGEM DAS ESPÉCIES

Assim caminha Darwin

Assim caminha Darwin

Esperando

Esperando

Google Analytics